como tomar la ivermectina en gotas mk precio ivermectina gotas ivermectin for horses used for humans ivermectin for dogs uk scaboma plus lotion side effects ivermectina vanzare scabover tablet composition

Asian Le Mans Series – Marcos Gomes chega em 4º lugar.

Com cinco paradas no box, sendo duas delas em bandeira amarela e outra de uma falta com drive-thru, quando os três primeiros colocados fizeram apenas três, o piloto Viemar, Marcos Gomes, classificou em quarto lugar da categoria GT na segunda prova “4 Horas de Dubai”, disputada hoje (domingo, 14/02), nos Emirados Árabes Unidos. O campeão brasileiro de Stock Car de 2015 e atual campeão da categoria GT do Asian Le Mans Series competiu com o Mercedes AMG da equipe HubAuto Racing, que teve ainda as participações do italiano Rafaele Marciello, piloto oficial da Mercedes-AMG e do australiano Liam Talbot.

O vencedor da prova na categoria GT foi o Porsche 911 GT3 R da equipe GPX Racing, pilotado por Julien Andlauer, Acxil Jeferies e Alain Ferte, que ficou em 14º lugar da classificação geral, com 115 voltas. O Aurus 01 – Gibson LMP2 da G-Drive Racing, dos pilotos Yifei Ye, Ferdinand Habsburg e Rene Binder conquistou a segunda vitória consecutiva da “4 Horas de Dubai” – a primeira foi no sábado – e completou 125 voltas em 4 horas, 3 minutos, 13 segundos e 632 milésimos. Na classe LMP3, o primeiro lugar ficou novamente para o Ligier JS P320 – Nissan da equipe Nielsen Racing, de Manuel Maldonado, Rory Penttinen e Wayne Boyd, sétimo lugar na geral.

O quarto lugar de Marcos Gomes e seus parceiros foi muito comemorado pela equipe HubAuto porque a posição foi conseguida na última volta da prova, quando o italiano Marciello ultrapassou o Porsche 911 GT3 R, que havia sido o vencedor da categoria GT na corrida de sábado, onde o Mercedes-AMG teve que desistir por um raro defeito de produção de um parafuso da suspensão dianteira. Mas quem conseguiu fazer uma recuperação perfeita do time hoje foi o próprio piloto Viemar Automotive, Marcos Gomes, conforme ele mesmo explica:

“Quem largou em 5º e fez um bom trabalho no início, quando foi para a 4ª posição, na primeira volta, foi novamente o Talbot. Porém, depois de fazer um bom ritmo, acabou entrando nos boxes duas vezes para aproveitar bandeira amarela e caiu para o 13º lugar da nossa categoria. Permanecendo na pista mais tempo, entrou em 7º lugar quando me passou o comando do carro. Mas ele entrou no box sem ligar o limitador de velocidade e nós recebemos um drive-thru. Assim, tive que pagar com uma outra parada seguida e a nossa corrida, naquela altura, praticamente foi para o espaço”, explicou Marcos Gomes.

Mas a recuperação do piloto Automotive Viemar foi impressionante. Tanto que, na 48ª volta, o brasileiro fez a sua melhor volta e a de toda a equipe, com 1mni58s890, sendo novamente mais rápido do que o próprio piloto italiano oficial da Mercedes AMG, além de ter reduzido significativamente a diferença de tempo entre o carro da sua equipe e os demais dianteiros.

“É claro que não entro preocupado em fazer a melhor volta e sim uma corrida bem constante para chegarmos num bom resultado final. Assim, o quarto lugar foi realmente um prêmio pela boa atuação de todos, não importando se houve erro de estratégia e de esquecimento do Talbot em não ligar o limitador de velocidade entre a entrada dele e a minha saída dos boxes”, afirmou Marcos Gomes.

Mesmo se não tivesse os problemas inesperados, o Merdedes-AMG da HubAuto não conquistaria a vitória da prova porque o Porsche 911 GT3 vencedor, além de estar mais competitivo, teve atuação impecável dos três pilotos da equipe GPX Racing. Provavelmente, Marcos Gomes teria subido no pódio, conforme era a sua maior intenção. O piloto Viemar Automotive volta a competir no Asian Le Mans Series no final da próxima semana, com duas corridas de 4 horas, em Abu Dahbi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *