Apesar de queda do mercado premium, Audi cresce 10% em fevereiro.

 

  • Empresa entregou 1.223 carros para os clientes no mês de fevereiro
  • Apesar de mercado desafiador, Audi se mantém otimista e reforça que investimento é em longo prazo
  • Montadora passa a produzir o A3 Sedan localmente no segundo semestre deste ano

 

Fevereiro foi um mês desafiador para o setor automotivo premium  no Brasil: com menos dias úteis, o feriado do Carnaval e economia volátil, o segmento apresentou números negativos no comparativo mensal com o ano anterior. No entanto, a crise não tem afetado à Audi: a marca registrou crescimento de 10% nas vendas no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Foram comercializados 1.223 veículos no varejo, garantindo que a marca se tornasse a líder de entregas no segmento premium neste período. 

 

O número garante à marca a continuidade do seu plano de crescimento no Brasil e é um resultado importante no alcance da meta de vendas de 2015, que busca um crescimento de dois dígitos no resultado ante o ano anterior. Em 2014, a montadora registrou seu melhor ano no país: foram 12.488 carros vendidos, um crescimento de quase 90% quando comparado com os resultados do ano de 2013.

 

O presidente e CEO da Audi do Brasil, Jörg Hofmann, comenta os resultados: “Sabemos que o cenário atual é desafiador, mas fevereiro comprova que nosso otimismo não é infundado. A nossa crença, de que há um excelente potencial para a marca no Brasil, se mantém” comenta o executivo. “Lideramos as vendas em um mês difícil e estamos muito empolgados com este ano, já que temos uma série de lançamentos programados e a chegada do A3 Sedan nacional. A Audi está no caminho certo para ser a marca premium número 1 do país”, reforça o executivo.

 

Em 2015, a marca dará continuidade aos investimentos que vem realizando no Brasil, com a abertura  de 10 concessionárias e lançamentos de novos modelos, como o TT, carro icônico da marca, e as novas versões do A6, A7 e Q3. Além disso, a montadora alemã irá inaugurar o novo Centro de Treinamento e finalizará a ampliação do Centro de Distribuição de Peças. Ainda este ano, a Audi inicia a produção no Brasil do A3 Sedan em São José dos Pinhais, e, a partir de 2016, produzirá a Q3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *