Renault Sandero R.S. 2.0: um legítimo hot hatch.

O carro mais vendido da Renault no Brasil acaba de ganhar um sobrenome de peso. Trata-se do Sandero R.S. 2.0, o primeiro R.S. fabricado e vendido no Brasil. O modelo manteve o mesmo DNA do famoso Sandero, mas traz importantes mudanças mecânicas (motor, câmbio, suspensão, freios, entre outras) e estéticas.

Desenhado e desenvolvido pela Renault Sport, em conjunto com as equipes de design e engenharia da América Latina, o Sandero R.S. 2.0 é um legítimo esportivo. Com motor 2.0 aspirado, que entrega 150 cv e 20,9 kgfm com etanol, associado a um câmbio manual de 6 velocidades com relações curtas para maior esportividade, o “hot hatch” atinge a velocidade máxima de 202 km/h e vai de 0 a 100 km/h em apenas 8,0 segundos, chegando a 1.000 m em 29,4 segundos com o veículo parado. O Renault Sandero R.S. 2.0 se destaca por sua capacidade de proporcionar sensações esportivas desde o primeiro toque no acelerador, além de muito prazer na utilização diária.

Além do propulsor, as principais alterações em relação ao Sandero Dynamique são as novas regulagens de suspensão, o assistente de arrancada em subida (HSA), o sistema de freios a disco nas quatro rodas, o controle eletrônico de estabilidade (ESP) com regulagem específica R.S. e o sistema de direção eletro-hidráulica (EPHS), além dos três modos de condução que podem ser selecionados através do botão “R.S. drive”: Standard, Sport e Sport+ com o ESP desligado.

Por fora, as principais diferenças visuais ficam por conta dos novos para-choques (dianteiros e traseiros), rodas 195/55 R16 com acabamento ‘Black Aluminium’ (opcional rodas 205/45 R17), saias laterais, do spoiler traseiro, dupla saída do escapamento,  espelhos retrovisores na cor preta brilhante e inscrição R.S. abaixo do logotipo Renault na grade dianteira e também na tampa traseira.

O interior é inspirado em um cockpit, com pedaleiras de alumínio, além de bancos e volante esportivos exclusivos. As cores e grafismos do painel de instrumentos são específicos da versão R.S., as saídas de ar ganharam detalhes na cor vermelha e os puxadores das portas são na cor Dark Metal.

O Renault Sandero R.S. 2.0 é um carro completo e vem de série, entre outros itens, com sistema de ar-condicionado automático e Media NAV Evolution, a moderna central multimídia integrada ao painel com tela de 7 polegadas touchscreen, que oferece bem mais do que GPS, Bluetooth® e rádio.

O Sandero R.S. 2.0 tem preço sugerido de R$ 58.880. Com rodas de 17 polegadas, o único opcional, o modelo custa R$ 59.880.

 

Divisão esportiva

A Renault Sport é a divisão da marca voltada ao automobilismo e veículos esportivos. Foi fundada em 1976 com a fusão dos departamentos de competição da Alpine e da Gordini. Hoje é responsável por fabricar, projetar, desenvolver e comercializar uma gama completa de carros esportivos e de corrida. São três níveis de esportividade: GT Line, com mudanças estéticas; GT, além da estética, tem preparação na mecânica; e a linha R.S., que representa o máximo da esportividade.

Ao ano, vende mais de 37 mil modelos especialmente preparados em todo o mundo e já fabricou mais de 1.000 monopostos. A divisão também é responsável por competições como a World Series by Renault e os campeonatos de monopostos da Fórmula Renault, atraindo 500.000 espectadores ao ano por toda a Europa, e cujas categorias constituem um fantástico trampolim para os futuros pilotos da Fórmula 1. Atualmente, 60% dos pilotos da Fórmula 1 já competiram em provas da Fórmula Renault. A Renault Sport também tem um sólido envolvimento na categoria de monopostos elétricos com a equipe E.dams-Renault, que venceu o primeiro campeonato FIA de Fórmula E neste ano.

 

Design alinhado à esportividade

O Renault Sandero R.S. 2.0 reúne as características esportivas essenciais da Renault Sport. O modelo adota elementos de design esportivo específicos dos modelos da divisão esportiva da marca.

  • O para-choque dianteiro específico com desenho das lâminas em estilo F1, remete à máscara dianteira dos carros de Fórmula 1.
  • Os faróis com molduras negras e a grade exclusiva contribuem para a esportividade e melhoram a alimentação do ar do motor.
  • Os faróis com luzes diurnas (DRL) em LED, únicos na gama Sandero, dão modernidade e tecnologia à dianteira do modelo.
  • As rodas de 16’’ do tipo Pit Lane (rodas 17’’ Grand Prix como opcional) contribuem para a performance e o visual.
  • Na lateral, as saias dão sustentação ao perfil do carro.
  • O aerofólio traseiro melhora a estabilidade e a aerodinâmica, permitindo mais 25 kg de “down force” em alta velocidade, além de remeter à sua alta performance.
  • O difusor de ar tipo F1 com saídas duplas de escapamento do lado esquerdo reforçam o caráter esportivo do carro.
  • As faixas na parte inferior lateral conferem um visual ainda mais esportivo. Os retrovisores são pintados na mesma cor preta das rodas.
  • Os emblemas R.S. localizados sob o logo da Renault na grade frontal e na traseira junto com o nome Renault Sport exibem orgulhosamente que o novo Renault Sandero R.S. 2.0 pertence à linhagem de hatches esportivos da marca.

No interior, vários detalhes remetem ao cockpit de carros esportivos. Bancos dianteiros, volante, manopla de câmbio e pedaleiras são exclusividades do Sandero R.S. 2.0. Com estrutura envolvente, os bancos com desenho específico proporcionam conforto e a sustentação lateral própria para as corridas. Já os apoios de cabeça são gravados com a assinatura R.S.. O revestimento tem um visual esportivo com tecido em dois tons de cinza, com pespontos na cor vermelha, além de um adorno constituído por uma faixa vertical. Com diâmetro 10 mm menor que o do Sandero Dynamique, o volante de três raios é revestido por couro preto pespontado em vermelho e tem pegada esportiva. As saídas de ar, as maçanetas e os mostradores do painel têm moldura na cor Dark Metal.  O velocímetro tem o fundo serigrafado nas cores vermelha, cinza e preta com agulhas diferenciadas também na cor vermelha. As pedaleiras, específicas do Sandero R.S. 2.0, são de alumínio e acompanham um descanso para os pés.

 

Design executado em conjunto pelo Renault Design América Latina e o Renault Technocentre

Todo o know-how da Renault Sport foi aplicado no desenvolvimento do Sandero R.S. 2.0, que tem projeto realizado em conjunto com o Renault Design América Latina, que fica em São Paulo, e o Technocentre da Renault Sport, na França, em colaboração com centros de engenharia locais.

 

 Máximas sensações ao volante

Assim como todos os carros da Renault Sport, o Renault Sandero R.S. 2.0 é fabricado com uma sólida estrutura de chassi e motor. O motor 2.0 (F4R) entrega 150 cavalos de potência e 20,9 kgfm de torque com etanol. Com sua caixa de câmbio manual de 6 velocidades e relações curtas, o motor entrega uma ótima performance, que é intensificada pelo peso de apenas 1.161 kg (proporcionando uma excelente relação peso-potência de 7,74 kg/cv.).

Com uma velocidade máxima de 202 km/h e aceleração de 0 a 100 km/h em 8 segundos, atingindo 1.000 m em 29,4 segundos com o veículo parado, o Renault Sandero R.S. 2.0 se destaca por sua capacidade de proporcionar sensações esportivas desde o primeiro toque no acelerador, além de muito prazer na utilização diária.

O sistema de escape tem cano de escapamento de diâmetro 0,5 mm mais largo, um novo silencioso traseiro, além de saída dupla do escapamento, proporcionando um som envolvente e contribuindo para a performance do Renault Sandero R.S. 2.0.

Quando o propulsor de 2 litros é acionado, o som rouco e provocador que sai do escapamento garante sensações esportivas ao volante, impressão que é realçada quando o carro entra em ação. O Renault Sandero R.S. 2.0 é equipado com o exclusivo sistema R.S. Drive, que permite que o condutor selecione o modo de condução esportiva com o simples apertar do botão R.S., localizado no console central:

  • Modo Standard: não precisa ser ativado. O ESP fica ligado e o indicador de trocas de marchas está programado visando o baixo consumo.
  • Modo Sport: pedal com respostas mais rápidas, ronco do motor mais esportivo, desaceleração mais lenta, marcha-lenta aumentada para 950 rpm e alerta sonoro da troca de marcha, permitindo uma condução esportiva. É acionado ao pressionar o botão R.S..
  • Modo Sport+: todos os recursos listados acima, além do desligamento do ESP/ASR, permitindo uma condução esportiva, aproveitando plenamente todo o potencial do carro. É acionado através de uma longa pressão no botão R.S..

 

Suspensão esportiva

Com sua distância do solo 26 mm menor que o Sandero Dynamique, o Renault Sandero R.S. 2.0 proporciona sensações esportivas ao mesmo tempo em que se mantém confortável e seguro para uso no dia a dia.

O Sandero R.S. 2.0 tem barras estabilizadoras frontais 17% mais rígidas e um eixo traseiro 65% mais rígido em comparação com o Sandero Dynamique. As novas molas são mais firmes (aumento de 92% na frente e 10% atrás), combinadas a amortecedores hidráulicos exclusivos, com batentes em poliuretano. Adaptados à geometria específica do modelo, os amortecedores absorvem as vibrações da pista de forma progressiva e têm uma vida útil maior. O ângulo de inclinação da carroceria a 1º/g de aceleração centrífuga foi reduzido em um terço, atingindo 3.8°/g, comparado aos 5.6°/g do Sandero Dynamique.

Parte das sensações proporcionadas por um modelo Renault Sport é fruto da qualidade do sistema de frenagem. No Sandero R.S. 2.0, o sistema de frenagem apresenta um freio de curso curto, além de um pedal que oferece sensações progressivas. Este é o primeiro modelo da família Sandero a ser equipado com freios a disco nas quatro rodas, medindo 280 mm na frente (22 mm adicionais em comparação com o Sandero Dynamique) e 240 mm na traseira. A assistência é calibrada para uso intenso, tendo sido dada atenção especial à estabilidade e distribuição da frenagem, assim como à durabilidade e à resistência ao calor.

O Sandero R.S. 2.0 também é o primeiro modelo da gama a trazer assistente de partida em subidas (HSA), que é acionado quando o carro encontra-se em uma inclinação superior a 3º, além de controles eletrônicos de estabilidade (ESP) e de tração (ASR).

O novo sistema de direção é ao mesmo tempo elétrico e hidráulico, onde o fluxo de óleo é gerenciado por uma bomba elétrica, que atua de forma independente em relação à velocidade do motor. A necessidade de assistência é determinada de forma mais eficiente, com base na velocidade do veículo. Quando a assistência não é necessária, a bomba elétrica é desativada temporariamente.

 

Completo de fábrica

O Sandero R.S. apresenta um grande nível de conforto e equipamentos de série, posicionando-se no topo da gama Sandero. A versão básica já conta com um alto nível de equipamentos, como as rodas de 16’’ Pit Lane, sistema de direção eletro-hidráulica, faróis de rodagem diurna de LED, ar-condicionado automático, vidros elétricos dianteiros e traseiros, banco do motorista regulável em altura, piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e sistema Media NAV Evolution. O único opcional aqui fica por conta das rodas de 17 polegadas.

O Media NAV Evolution oferece bem mais do que GPS, Bluetooth® e rádio. O sistema acessa Facebook e Twitter por meio do aplicativo Aha, via smartphone, e oferece várias informações que facilitam o dia a dia, como opções de hotéis que constam na base de dados TripAdvisor®, opções de restaurantes na base de dados Yelp®, informações climáticas da Custom Weather e acesso a web rádios de todo o mundo.

A central multimídia também facilita a vida dos motoristas com informações do trânsito em tempo real no GPS, recurso possível por meio da tecnologia TMC (Traffic Message Channel). Para os usuários do aparelho celular iPhone®, também é possível utilizar as facilidades do aplicativo SIRI, que capta o comando de voz do motorista e permite a busca de músicas e pessoas da lista de contatos, tudo isso sem tirar as mãos do volante.

A gama de cores inclui: Branco Niege, Prata Etoile, Preto Nacre e Vermelho Vivo.

 

Uma marca consolidada no automobilismo esportivo

Há mais de 115 anos, a Renault tem utilizado o automobilismo esportivo como uma forma de aumentar a excelência e notoriedade da marca. Hoje, a Renault Sport encabeça o envolvimento da marca Renault no automobilismo esportivo.

Com sua longa experiência no automobilismo esportivo e um desejo inesgotável por desafios, a Renault Sport:

  • Oferece experiências empolgantes no automobilismo esportivo, permitindo que pilotos amadores e consumidores em geral vivam ao máximo sua paixão;
  • Desenvolve excelentes carros de competição;
  • Usa seu know-how no automobilismo esportivo para desenvolver excelentes carros esportivos de produção em série.

A Renault tem notável presença em competições na América Latina:

  • Participação nas edições de 2013, 2014 e 2015 do Rali Dakar com o Renault Duster. Preparado com o apoio da Renault Sport, o modelo 4×4 da Renault atravessou a Argentina, Chile, Peru e Bolívia, conforme o percurso estipulado para cada edição.
  • Retorno ambicioso da Renault no ‘Campeonato Brasileiro de Marcas’ no Brasil, com o Renault Fluence de competição e o piloto Rubens Barrichello. Nesta competição, as montadoras locais se enfrentam com seus carros derivados de modelos de produção em série.
  • Desde 2008, a Renault Argentina participa de competições locais do automobilismo esportivo, como o Super TC 2000. Contando com alta tecnologia, esta é a principal categoria do automobilismo esportivo na Argentina, onde cinco montadoras se enfrentam com suas equipes oficiais. A Renault Argentina compete com o Renault Fluence. A Renault também participa há 25 anos do campeonato local de turismo, o TC2000. O primeiro carro a disputar a famosa prova foi o R18, no início dos anos 80. Em sua versão esportiva conhecida como Fuego, o modelo venceu o campeonato por oito anos consecutivos entre 1986 e 1993, o que lhe rendeu fama na Argentina.
  • A Renault também participou de corridas de rali no Chile, vencendo dois campeonatos com o Clio R3T.
  • Renault Logan, Clio e Fluence também participaram de várias competições, como o campeonato nacional da Colômbia.
  • A Renault Argentina tem apoiado monopostos há mais de 35 anos em competições, proporcionando aos pilotos oportunidades de ascender a categorias superiores do automobilismo esportivo, tanto em nível nacional como internacional, que têm a possibilidade de chegar à Fórmula 1. Até hoje, a marca já preparou mais de 1.500 pilotos.

 

Nas pistas e corridas de rali

Para a Renault, o automobilismo esportivo é uma forma de incrementar a notoriedade e a imagem da marca, através das emoções que a categoria desperta, reunindo o público, consumidores e colaboradores da Renault em torno da paixão e a valorização da excelência. As equipes da Renault Sport se dedicam a transmitir sua paixão pelo automobilismo esportivo.

Todos os anos, as provas da Fórmula 1 são realizadas em aproximadamente 20 países, em cinco continentes, e as corridas da Fórmula Elétrica são organizadas no coração das principais cidades de todo o mundo. Já as competições do campeonato World Series by Renault são um trampolim para os pilotos da Renault – a competição de monopostos serve de categoria de acesso à Formula 1. Junto com o campeonato Renault Sport Trophy, a nova série GT / Endurance deu a largada em 2015. A Renault Sport oferece às equipes e pilotos, tanto em circuito como em corridas de rali, uma oportunidade única de acesso ao automobilismo esportivo, oferecendo a eles carros de alta performance com custos razoáveis. Assim, a Renault permite que eles tenham acesso ao topo de suas carreiras: em 2015, 60% dos pilotos da F1 já haviam competido com monopostos da Renault.

sandero rs-01 sandero rs-02 sandero rs-03 sandero rs-04

Os modelos Fórmula Renault (FR) 1.6, Fórmula Renault 2.0 e Fórmula Renault 3.5 permitem que os pilotos sejam treinados progressivamente para ascender à Fórmula 1. Depois de passarem pelo kart, os pilotos podem competir no campeonato nacional FR 1.6, seguido do FR 2.0, e depois para as World Series by Renault, a EuroCup FR 2.0 e, por último, a FR 3.5 Series, que é o último degrau a ser galgado antes da Fórmula 1.

O Renault Sport R.S. 01 é um novo carro de competição de alta performance. A Renault Sport colocou todo o seu know-how neste carro, que começou a participar de competições em 2015, em um campeonato exclusivo de monopostos da marca, o Renault Sport Trophy, que revelará uma nova geração de talentosos pilotos, tanto profissionais como amadores nas World Series by Renault, permitindo que eles ambicionem migrar para as categorias GT e endurance.

Seis países da União Europeia organizam campeonatos locais da categoria Clio Cup, uma lista que será aumentada com a entrada da China, em 2015.

O Novo Clio R3T participa de diferentes provas de rali em 2015, tanto em nível nacional como internacional, que inclui um novíssimo desafio na Europa: levar um piloto para competir na categoria WRC3, em 2016.

Enquanto isso, a Renault Sport oferece kits para tornar a participação em ralis mais acessível, com os modelos Twingo R1 e R2 Evo, Clio R3, e Mégane N4, entre outros.

Nos carros de produção em série: a Renault sempre desenvolveu carros esportivos derivados de modelos de produção em série (R.S., GT e GT Line), cujo foco em performance e qualidade de excelência tem feito deles grandes referências em suas respectivas categorias.

  • Modelos anteriores: R8 Gordini, R5 Turbo, Clio Williams e Clio V6, Spider etc.
  • Modelos atuais: o Clio R.S. 200 EDC e o Mégane R.S. 275 Trophy estão classificados entre os melhores de suas respectivas categorias. O Mégane R.S. é um dos Under 8 no famoso circuito de Nürburgring.

O Sandero R.S. 2.0 faz parte da linhagem do Clio R.S. e do Mégane R.S.. São modelos esportivos compactos, versáteis e de alta performance.

 

LISTA DE EQUIPAMENTOS

Versões Sandero R.S. 2.0
   
ÁUDIO & MULTIMÍDIA
4 alto-falantes (3D Sound By Arkamys)  
Sistema multimídia Media NAV Evolution com tela touchscreen 7”, navegação GPS, rádio, conexão Bluetooth, USB com Eco Coaching e Eco Scoring  
CONFORTO
Ar-condicionado automático  
Banco do motorista com regulagem em altura  
Bancos esportivos com design exclusivo  
Comando de abertura das portas por radiofrequência  
Direção eletro-hidráulica com regulagem de altura  
Retrovisores com regulagem elétrica  
Travas elétricas das portas  
Vidros dianteiros elétricos  
Vidros traseiros elétricos  
Vidros verdes  
CONVENIÊNCIA
Abertura interna do reservatório do combustível  
Abertura interna do porta-malas  
Acelerador eletrônico  
Alarme sonoro de advertência de luzes acesas  
Banco traseiro com encosto rebatível  
Bolsas integradas na parte traseira dos bancos dianteiros  
Computador de bordo multifunções  
Conta-giros  
Indicador de troca de marcha  
Indicador de temperatura externa  
Relógio  
Iluminação do porta-malas  
Indicador do reservatório de combustível da partida a frio  
Luz interna na dianteira do teto  
Iluminação do porta-luvas  
Para-sol do motorista com espelho de cortesia oculto  
Para-sol do passageiro com espelho de cortesia  
Porta-copo / objetos no console central dianteiro  
Porta-copo / objetos no console central traseiro  
Porta-objeto nas portas dianteiras  
Piloto automático (controlador e limitador de velocidade)  
Sensor de estacionamento  
Temporizador do limpador do para-brisa  
Tomada de energia (12 volts)  
ESTILO
Arcos de proteção nas caixas de rodas dianteiras e traseiras na cor preta  
Coluna central com acabamento na cor preta (exceto veículo na cor preta)  
Cano de escapamento duplo  
Difusores de ar laterais com detalhes na cor vermelha  
Extrator de ar traseiro  
Puxador de porta na cor Dark Metal  
Maçanetas externas na cor da carroceria  
Maçanetas internas na cor cromo brilhante  
Manopla da alavanca de câmbio com detalhe cromado  
Luzes diurnas em LED  
Grade dianteira inferior esportiva  
Para-choque dianteiro exclusivo R.S.  
Proteção de soleira nas portas dianteiras  
Retrovisores na cor preta  
Repetidor nos espelhos retrovisores  
Revestimento completo do porta-malas  
Revestimento da alavanca do freio-de-mão  
Volante revestido em couro com inscrição R.S.  
PNEUS & RODAS
Roda Pit Lane em liga-leve aro 16″  
Roda Grand Prix em liga-leve aro 17″ OP
SEGURANÇA
Airbags do motorista e passageiro dianteiro  
Alarme perimétrico  
Alças de segurança no teto (1 dianteira e 2 traseiras)  
Apoios de cabeça dianteiros reguláveis em altura  
Apoios de cabeça traseiros reguláveis em altura  
ASR – Controle eletrônico de tração  
Bloqueio de ignição por ” transponder”  
Barras laterais de proteção nas portas  
Brake-light  
Cintos de segurança dianteiros reguláveis em altura  
Desembaçador do vidro traseiro  
ESP – controle eletrônico de estabilidade  
Freios ABS  
Modos de condução (Standard / Sport / Sport+)  
Sistema HSA – assistente de arrancada em subida  
Sistema CAR – travamento automático a 6 km/h  
Trava para crianças nas portas traseiras  
   
Legenda  
 
 
   
CORES * Branco Niege
Prata Etoile
Preto Nacré
Vermelho Vivo

 

FICHA TÉCNICA: SANDERO R.S. 2.0

 

Arquitetura Carroceria monobloco, 2 volumes, 5 passageiros, 4 portas
Motor Quatro tempos, bicombustível (gasolina e/ou etanol),

quatro cilindros em linha, 16 válvulas

Tração
Dianteira
Cilindrada 1.998 cm³
Diâmetro x curso                                                82,7mm x 93,0 mm
Taxa de compressão 11,2:1
Potência máxima (ABNT) 145 cv (gasolina) @ 5.750 rpm / 150 cv (etanol) @ 5.750 rpm
Torque máximo (ABNT) 20,2 kgfm (gasolina) @ 4.000 rpm / 20,9 kgfm (etanol) @ 4.000 rpm
Alimentação Injeção eletrônica multiponto sequencial
Pneus/rodas 195/55 R16 (opcional 205/45 R17)
Suspensão dianteira MacPherson, triângulos inferiores, amortecedor hidráulicos

telescópicos com molas helicoidais.

Suspensão traseira Rodas semi-independentes, molas helicoidais e amortecedores hidráulicos telescópicos verticais com efeito estabilizador.
Freios Dianteiros: discos ventilados de 280 mm de diâmetro e 24 mm espessura.

Traseiros: discos com 240 mm de diâmetro

Direção Eletrohidráulica, diâmetro giro 10,6 m
Câmbio Manual, 6 velocidades e marcha ré
Relações de marcha 1ª…………………. 3,73:1

2ª…………………. 2,10:1

3ª…………………. 1,63:1

4ª…………………. 1,29:1

5ª…………………. 1,02:1

6ª…………………. 0,81:1

Ré……………….. 3,54:1

Diferencial……… 4,12:1

Tanque de combustível 50 litros
Porta-malas 320 litros
Carga útil 458 kg
Peso (em ordem de marcha) 1.161 kg
Entre-eixos 2.590 mm
Comprimento 4.068 mm
Altura 1.499 mm
Largura (sem retrovisores) 1.733 mm
Aceleração 0 a 100 km/h 8,4 segundos (gasolina) / 8,0 segundos (etanol)
Velocidade máxima 200 km/h (gasolina) / 202 km/h (etanol)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *