Foram emplacadas 18.611 unidades do Chevrolet Onix em novembro. Este volume representa um novo recorde de vendas para o modelo mais vendido do Brasil.

Além do Onix, campeão geral e entre os hatches compactos, a Chevrolet lidera em outros importantes segmentos: entre os sedãs em geral e os sedãs compactos com o Prisma, entre as minivans com o Spin, entre os sedãs médios-compactos com o Cobalt e entre os hatches médios com o Cruze Sport6.

A Chevrolet se destacou em outros dois segmentos estratégicos: o das picapes, com a S10 e a Montana, que somaram 3.802 unidades; e o dos utilitários esportivos, com 1.891 unidades – o melhor volume da marca no ano. O Tracker e o recém-lançado Equinox puxaram as vendas para cima.

“Devido ao sucesso destes dois SUVs no mercado nacional, a Chevrolet está ampliando a disponibilidade do Tracker e principalmente do Equinox para poder ajustar a demanda à grande procura”, explica Marcos Munhoz, vice-presidente da GM Mercosul.

O bom desempenho da linha Chevrolet no mercado garantiu o 26º mês consecutivo de liderança da marca no país. Em novembro, foram 37.354 unidades emplacadas e 18,9% de participação entre os automóveis e comerciais leves.

No ano, a marca acumula 356,6 mil unidades ou 15,6% de crescimento em relação ao mesmo perído do ano passado. Como comparação, o mercado total avançou 9,8% no período.

“A Chevrolet é a marca que mais cresce em volume no ano. Até novembro são 48 mil unidades extras emplacadas, reflexo da boa aceitação do consumidor para os investimentos que fizemos em design e tecnologias de eficiência energética e conectividade em toda nossa linha de produtos”, completa o executivo.