No ano passado, Marc Márquez conquistou o seu terceiro título mundial na principal categoria no Grande Prêmio do Japão, a próxima rodada do Mundial de MotoGP. Um ano depois o piloto da Honda chega a Motegi novamente na liderança do campeonato, mas apenas com 16 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, que é Andrea Dovizioso.

“Agora tenho muita mais pressão em comparação com o ano passado. No entanto gosto desta situação porque é preciso lutar até às últimas voltas de cada corrida. Esta é a única forma de dar o máximo e tentar somar pódios”, considera o piloto espanhol.