Mercado Europeu – Peugeot 208 totalmente elétrico em 2019.

Executivos do Grupo PSA informaram investidores que a fabricante lançará, em 2019, uma versão totalmente elétrica do Peugeot 208 e do futuro DS 3 Crossback. Uma versão elétrica do Peugeot 2008 estará disponível em 2020.

Um relatório do banco de investimento Evercore ISI revela a intenção do Grupo PSA em comercializar a próxima geração do Peugeot 208, o seu best-seller, enquanto veículo totalmente elétrico, disponibilizando versões propulsionadas por motor de combustão interna. O novo 208 será lançado em Setembro de 2019, uma versão elétrica teria a autonomia de 300 km, a mesma do Renault Zoe.

De acordo com analistas, a PSA introduzirá uma versão elétrica do DS 3 Crossback (substituto do DS 3) durante a primeira metade de 2019. Após o lançamento das versões elétricas do Peugeot 208 e do DS 3 Crossback, uma versão elétrica do Peugeot 2008 será disponibilizada durante a primeira metade de 2020.

Híbridos Plug-in

Os futuros modelos híbridos da multinacional francesa incluirão crossovers compactos baseados na plataforma EMP2, como o DS 7 Crossback, a ser comercializado em 2019 e posteriormente, o Peugeot 5008 e o Citroën C5 Aircross.

Dois crossovers compactos fabricados em parceria com a General Motors, o Peugeot 3008 e o Opel Grandland X, também estarão disponíveis em versão híbrida plug-in.

Um representante da PSA recusou comentar sobre datas de lançamento de modelos específicos, mas afirmou que a terceira geração de veículos elétricos do fabricante francês será lançada entre 2019 e 2021, prevendo-se a produção de 5 modelos.

Os veículos elétricos atuais do Grupo PSA são o Citroën C Zero; Citroën e-Mehari; Peugeot iOn; Peugeot Partner; Citroën Berlingo e Opel Ampera-e.

Sob a direção do CEO Português, Carlos Tavares, a PSA espera lançar sete híbridos plug-in e quatro veículos totalmente elétricos até 2021. De acordo com o executivo, até 2023, 80% dos modelos da PSA estarão equipados com algum tipo de propulsão elétrica.

Carlos Tavares, CEO of PSA Peugeot Citroen, speaks during the 87th International Motor Show at Palexpo in Geneva, Switzerland, March 7, 2017. REUTERS/Arnd Wiegmann

À medida que as regulamentações ambientais vão tornando-se cada vez mais exigentes, os principais fabricantes de automóveis procuram desenvolver modelos elétricos cada vez mais avançados. O ano passado, veículos elétricos representaram 50% do total das vendas de novos automóveis. Os governos de França e de Inglaterra já anunciaram planos para proibir a venda de veículos de combustão interna em 2040. Atualmente uma série de cidades europeias já implementaram restrições à circulação de veículos diesel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *