Fórmula Truck: Djalma Fogaça pode ter novo motor no Velopark.

Djalma Fogaça deve ter uma grande novidade na quarta etapa da Fórmula Truck, a ser disputada dia 14 de junho no Autódromo Velopark, em Nova Santa Rita, cidade da Grande Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul. Seu Ford terá o novo motor de 10 litros—o atual tem oito litros -, o que pode melhorar seus resultados e levá-lo a lutar diretamente pela primeira vitória na temporada e a 13ª na carreira da mais popular categoria do automobilismo da América do Sul. Fogaça, que estreou em 1997, terminou 12 vezes na primeira posição.

“Posso estrear o novo motor no Velopark, pois é só correr para montar, colocar no caminhão e acelerar. Não será preciso muita adaptação, mas temos de reconhecer que os Volks estão muito na frente. Eles têm um domínio semelhante, ou maior ainda, ao da Mercedes na Fórmula 1. Eles podem largar em último que ainda assim ganham a corrida, e olhe que eles têm carta na manga“, diz Fogaça, numa referência às três vitórias do Volkswagen Constellation, uma com Leandro Totti e duas com Felipe Giaffone, respectivamente líder e vice-líder da Fórmula Truck.

Apesar de ser um dos mais experientes pilotos brasileiros em atividade, Djalma Fogaça, de 52 anos, fará sua estreia no Autódromo Velopark. Ele, que já guiou em praticamente todos os autódromos brasileiros nessas mais de três décadas de automobilismo, nunca andou nos 2.278 metros do curto traçado inaugurado em 2010 na cidade de Nova Santa Rita, próxima de Porto Alegre, a capital do Rio Grande do Sul.

“Por incrível que pareça, nunca andei no Velopark, pois nos anos em que a Fórmula Truck andou lá (2012 e 2013) eu não corria. Depois de 33 anos de automobilismo, finalmente vou estrear lá onde até o meu filho, Fábio Fogaça, já andou de carro e foi bem. Hoje não existe uma pista que favoreça meu Ford. A gente pode igualar em algumas, como Guaporé e Tarumã, que neste ano nem está no calendário. Nas demais, os Volks estão bem na frente“.

Sempre muito sincero, Fogaça reclama da punição que sofreu em Londrina por excesso de fumaça e o levou a largar na 19ª posição. Numa grande corrida de recuperação, ele ainda terminou em 11º lugar na primeira fase e em oitavo na segunda. Depois de cerca de 15 dias da prova, nem esses bons resultados, que o levaram a continuar entre os três primeiros do campeonato, o fizeram esquecer a penalização.

“Foi uma desclassificação absurda, pois acabou com a nossa corrida. Mostrei as imagens do meu caminhão, que tinha uma câmera ao lado do escapamento, e não apresentava excesso de fumaça. O Ford vai bem se largar lá na frente, pois precisa de embalo. Se tiver alguém puxando, andando rápido, a gente consegue acompanhar. Agora, se pegar gente lenta, perde o ritmo. A injusta desclassificação influiu no psicológico de todos na equipe e eu queimei o radar logo de cara também por isso“, completou Fogaça, que acabou punido com um drive-through, uma passagem pelos boxes dentro do limite de velocidade.

Ingressos à venda
Os ingressos para acompanhar a quarta corrida da 20ª temporada da Fórmula Truck, marcada para dia 14 de junho no Autódromo Velopark, em Nova Santa Rita, Rio Grande do Sul, podem ser adquiridos através do site www.lojaformulatruck.com.br/loja. As vendas pelo site se encerram na sexta-feira, dia 12 de junho. Para acompanhar, das arquibancadas, todos os treinos de sexta e sábado e a corrida o preço é de R$ 35 com direito a um boné oficial da F-Truck, que deverá ser apresentado no domingo junto com o bilhete de entrada. Quem optar por comprar os tickets de arquibancadas nas bilheterias do autódromo entre os dias 12 e 13 de junho (sexta e sábado) ainda ganha o boné, diferentemente dos que adquirirem somente no domingo (dia 14 de junho), que não receberão.

O bilhete de Paddock, ao preço de R$ 160, dá direito de acompanhar treinos e corrida de um local reservado pela organização próximo à área dos boxes, mas sem alimentação. No entanto, no domingo antes da prova, esse bilhete dá acesso à visitação aos boxes, somente para maiores de 16 anos. Além de tudo isso, a cada três ingressos de Paddock adquiridos se recebe uma credencial de estacionamento gratuito na parte interna do autódromo.

A credencial VIP, cujo preço é de R$ 600, dá ao portador acesso ao Camarote VIP da Fórmula Truck, com serviço de buffet incluso somente no domingo (14/6), além de participar da visitação aos boxes. A cada três ingressos VIP adquiridos, o comprador tem direito a uma credencial de estacionamento numa área especialmente reservada. As credenciais de Paddock e VIPs podem ser pagas com cartão de crédito ou dinheiro. Tanto em treinos quanto na corrida é obrigatório o uso das credenciais, que devem estar penduradas no pescoço.

Seja nos pontos de venda, situados nos postos Petrobras da região – os locais serão divulgados em alguns dias – ou nas bilheterias do autódromo, a única forma de pagamento é em dinheiro. Para ter direito à meia-entrada é preciso apresentar a Carteira de Identificação Estudantil, dentro do prazo de validade, junto com documento de identidade oficial. Terão direito à entrada gratuita Portadores de Necessidades Especiais (PNE), menores de oito anos, desde que acompanhados dos pais ou responsáveis, portando documentos, e idosos acima dos 60 anos, com Carteira de Identidade.

É proibido entrar nas arquibancadas portando garrafas e copos de vidro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *