A Porsche não nega que está desenvolvendo “um motor altamente eficiente” que poderia ser a base para um futuro projeto na F1. Depois de anunciar a sua surpreendente saída da categoria LMP1 no Campeonato do Mundial de Endurance (FIA WEC), a marca de Weissach anunciou a sua mudança para a Fórmula E, mas o passo seguinte poderá ser mesmo o patamar máximo do automobilismo mundial.

“Precisamos de toda esta gente no futuro. A grande equipe que montamos para o programa LMP1 está muito motivada e representa uma enorme quantidade de conhecimento. Por isso é uma boa ideia ter um plano concreto para engenheiros, mecânicos e até para os pilotos”, afirmou Michael Steiner, responsável de pesquisa e desenvolvimento, ao Auto Motor und Sport.

Se e é certo que o ‘staff’ envolvido até agora no FIA WEC vai estar também na Fórmula E não é claro exatamente o que irá fazer, corre rumores que parte dessas pessoas poderá trabalhar num projeto de F1 pensado nas regras após 2020. “Tal como outros construtores temos o convite para participar nas discussões sobre os futuros motores da Fórmula 1. A equipe de Weissach não está trabalhando em um motor de F1 atualmente, mas está trabalhando num motor altamente eficiente á este nível de conceito – sem uma decisão sobre o que faremos com esse motor”, explicou Michael Steiner.