Ferrari F50: F1 vestido pra passear na Dream Route.

Rally de superesportivos larga no próximo dia 23 de novembro de Floripa rumo à Porto Alegre. Comboio de luxo será puxado pela primeira vez por uma Ferrari F50, único carro do mundo equipado com motor de F1. Ao todo serão mais de 50 carrões, com pelo menos 10 Ferraris no grid. 

Falta pouco para o início da quinta edição da Dream Route, o primeiro rally de luxo da América Latina e um dos maiores eventos do gênero no mundo. A Dream Route Octapro Edition larga em Florianópolis no próximo dia 23 de novembro rumo à Porto Alegre, passando pela magnífica Rota do Sol e finalizando no dia 26 de novembro com um dia de piloto Stock Car no Velopark, o maior complexo automobilístico do País.

Ferrari F50 – A estrela da festa é a Ferrari F50. O carro, de um empresário paulistano, participa pela primeira vez do rally. Equipada com motor 4.7 V12 de 520 cavalos, capaz de atingir os 325 km/h, a F50 foi apresentada em 1995 para comemorar os 50 anos da marca.

Outra característica da F50 é o seu interior espartano, ar condicionado é o único item de conforto. O único som é o ronco do motor. Interior este que não lembra em nada os atuais carros da marca, que conta com um muito luxo e conforto. A capota da Ferrari F50 é rígida, algo que na época era uma novidade, e o motorista deveria escolher se sairia da garagem com ou sem capota, já que não havia espaço para levar o teto no carro. Com apenas 349 unidades, é um dos modelos mais cobiçados da marca.

O modelo que vai participar da Dream Route é ainda mais raro, pois é uma pré-série. Uma das 3 que existem no mundo. Segundo o proprietário, a F50 é o único carro do mundo até hoje que tem um motor de F1 espetado num carro de rua. “É o mesmo motor da Ferrari de F1 da temporada de 1990, pilotada por Prost e Mansel. Juntos, naquele ano, eles venceram seis provas, e Prost foi vice-campeão. O Senna foi o campeão e o Piquet ficou em terceiro”, relembra.

O motor, claro, foi redimensionado para a F50, numa rotação menor. Mesmo assim é um canhão. “Ele atinge a potência máxima entre 8 mil e 8,5 mil giros. Mas eu já acelerei até 9 mil giros e ele não cortou”, diz o empresário que também é piloto federado, com muita experiência em pistas. “É um carro muito forte, leve, feito em fibra de carbono, pesa apenas 1200 quilos, além disso é largo e baixo e tem uma ótima aerodinâmica, as asas o deixam grudado no chão. Em Interlagos, por exemplo, o traçado dele é completamente diferente dos outros. É o melhor carro que já pilotei numa pista”, completa.

Mas para andar de F50 na cidade, na rua…aí o bicho pega. “Muito complicado…diferente dos superesportivos de hoje, a F50 é baixa e a suspensão rígida, não ativa, e os buracos, valetas, lombadas e irregularidades são cruéis. Tem que ir bem na boa”, diz.

Apaixonado por esportivos europeus e dono de uma coleção que inclui outra Ferarri, Lamborghini, Rolls Royce, Mercedes e Porsches, a F50 é o grande xodó do empresário. “Trato como um filho, conheci esse carro há 20 anos e nunca imaginei que seria meu. Colecionava as miniaturas da década de 90 e a F50 era a minha predileta. Agora tenho o carro. Sou o 4 proprietário, comprei de um amigo. Tem apenas 7 mil km e é a mais conservada e acertada (mecanicamente) do mundo.

“Agora estou ansioso para participar da Dream Route, acelerar na estrada e também” na pista do Velopark. É um evento único no Brasil, cheio de glamour, só vi isso na Europa e EUA. Muitos carrões, amigos, estradas maravilhosas, festas, hotéis 5 estrelas e gente que gosta de curtir super carros. Meu problema vai ser nas cidades…vou ter que ir bem devagarzinho….”, finaliza.

Ferrari F430 Scuderia GT3 – Outro destaque do evento é a Ferrari F430 Scuderia GT3, um legítimo carro de corrida (vencedor de provas do brasileiro de GT3), que vem de Belo Horizonte para participar da festa. A semelhança com o modelo de rua é basicamente o desenho, apesar da versão GT3 ter bem mais entradas de ar e vincos pela carroceria, e o motor V8 com tração traseira. O conjunto mecânico recebeu inúmeras melhorias que rederam um aumento de 40 cavalos, agora são 550cv contra os 510 da versão de rua. O câmbio passou por uma atualização e agora são necessários apenas 150 mile segundos para a troca de marcha.  O foguete vai rodar na pista do Velopark, no dia do Track Day na pista, e em apenas alguns trechos escoltado por batedores da polícia, já que não pode trafegar em vias públicas.

Ferrari 458 Itália, F430, F355 também estão confirmadas, assim como Rolls Royce Phantom, Lamborghini Gallardo Valentino Balboni, Mercedes-Benz AMG GT, Porsche 911 Turbo e Audi R8. Os participantes vêm de diversos estados do Brasil e também do exterior, Estados Unidos, itália, Argentina, Uruguai e Chile. As inscrições estão abertas.

Valentino Balboni – O padrinho desta edição é a lenda das pistas Valentino Balboni, embaixador mundial da Lamborghini, que vem da Itália especialmente para a Dream Route. “É um orgulho participar deste tipo de evento, ainda mais no Brasil, um país que adoro. Esta é a melhor maneira de curtir um superesportivo, com amigos, boas estradas e belas paisagens”, diz Balboni.

A Dream Route conta com o patrocínio da Move Your Life, da Ipiranga, que está lançando no evento seu combustível de alta performance Octapro, e da Pirelli, líder global em equipamentos originais para carros dos segmentos premium e prestigie, que conta com a maior e mais completa gama de pneus homologados para as marcas mais desejadas do mundo, desenvolvidos especificamente para cada um dos modelos de alta performance que estão presentes na Dream Route. Esses pneus são marcados e identificados pelas montadoras, deixando claro que se trata de um produto que foi desenvolvido especificamente para aquele carro, levando-se em conta todas as suas características. “A Pirelli é a fornecedora oficial de pneus para a Fórmula 1, trazendo em seu DNA a performance e o pioneirismo em desenvolver produtos de alto valor agregado e com tecnologia de ponta. Participar da Dream Route mostra a adesão da marca aos segmentos premium e prestigie”, diz Fabio Magliano, gerente de produtos Car e Motorsport da Pirelli para América Latina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *