Fenatran 2013 abre as portas com novidades em produtos e anúncios de investimento para impulsionar o setor.

Maior feira de transportes da América Latina vai até sexta, 01, no Anhembi, em SP.

Nesta  segunda-feira, 28, a cerimônia de abertura da 19ª Fenatran -Salão Internacional do Transporte- contou com a participação do Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, que aproveitou o momento para anunciar os investimentos do governo no setor. Também estiveram presentes na solenidade o Ministro de Estado das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado; a Secretária do Desenvolvimento da Produção do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Heloisa Menezes; Secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Márcio Holland; Clésio Andrade, Presidente da Confederação Nacional do Transporte; Morvan Cotrim Duarte, Diretor do Denatran; Luiz Moan, Presidente da Anfavea; Flávio Benatti, Presidente da NTC&Logística; Flávio Meneghetti, Presidente da Fenabrave e Juan Pablo De Vera, Presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado.

O Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, destacou em seu discurso a importância do evento e da participação de todos os envolvidos na cadeia produtiva. Ele indicou que 45% da indústria de caminhões do país está instalada no estado de São Paulo.  Alckmin reforçou os investimentos feitos na infraestrutura do Estado. Como a finalização do Rodoanel leste e norte. A segurança também marcou o discurso do governador. Ele relembrou o começo do programa de combate ao roubo de carga no Estado de São Paulo. “Todas as DIGS (Delegacias de Investigações Gerais) do Estado irão apurar e ajudar a prevenir o roubo de carga. Temos que prender desde o assaltante ao receptor de carga roubada”. Em relação à linha de crédito e renovação de frota, o Governador explicou que o programa “Renova São Paulo” ajudará os caminhoneiros a adquirem novos veículos, e que a única garantia para conseguir a ajuda econômica será a entrega do veículo antigo para a reciclagem.

Luiz Moan, Presidente da Anfavea, focou seu discurso no crescimento do setor. Ele começou falando que graças ao programa inovar auto, já são 75 bilhões de reais de investimentos garantidos pela indústria automobilística para o período entre 2013-2017 e fez um apelo para que o PSI seja permanente. Moan ainda lembrou que a chave do crescimento automotivo é a produção, mas desde que ela apresente soluções avançadas e tecnológicas.

Heloisa Menezes,  Secretária do Desenvolvimento da Produção do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, trouxe uma mensagem otimista diretamente do Ministro Fernando Pimentel. “O setor de caminhões é o que mais cresce na América Latina. Temos uma correlação de crescimento e produção”. Ela lembrou também que a feira apresenta as inovações tecnológicas e que elas precisam ser permanentes no setor.

Em seu discurso, Flávio Benatti, presidente da NTC&Logística, frisou a necessidade de um programa único de renovação de frota para ajudar a sustentar o crescimento do setor. “Certamente uma política de renovação, planejada e inteligente trará ganhos econômicos e sustentáveis para todos os setores da cadeia produtiva”.

Juan Pablo De Vera, presidente da organizadora do evento, celebrou o recorde de expositores do evento e ocupação de espaço do Anhembi.  “É um motivo de orgulho organizar a Fenatran. Nesta edição teremos 370 empresas que estarão divididas numa área total de 130 mil metros quadrados”.

Após a abertura, muitos expositores aproveitaram as primeiras horas do evento para apresentar lançamentos ao público. Veja alguns destaques:

ANFIRA Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários adere à Parada, campanha do ministério das Cidades que visa redução dos acidentes nas estradas, lançando um selo que será aplicado em todos os produtos dessa extensa cadeia produtiva, que conta com mais de 170 mil produtos diferentes. Segundo o Presidente da ANFIR, Alcides Braga, faz parte das prioridades da entidade reforçar segurança e outros itens essenciais à condução nas estradas. “Nosso constante diálogo com o ministério e outros órgãos do setor, além de ações de maior engajamento como esse selo, nos permite alertar e colocar todos nossos associados em sintonia com as preocupações do setor”, conta. Já Morvan Cotrin, Diretor do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), parabenizou a iniciativa e adiantou que as campanhas consecutivas do governo já têm contribuído para diminuir os altos índices de acidente nas estradas. O selo “Parada – Pacto Nacional pela redução de acidentes – Anfir – Nós apoiamos esta causa” já está em circulação entre os seus mais de 150 associados e a expectativa da associação é contemplar todos já no início de 2014.

Dunlop: A empresa, uma das maiores fabricantes de pneus do mundo, escolheu a Fenatran para participar pela primeira vez como fabricante nacional e lançar os pneus SP871 e SP442, ambos desenvolvidos com a tecnologia DECTES (Dunlop Energy Control Technologies) que contempla o SCT Square Contact Technology – perfil otimizado de rodagem, com ombros projetados para maior contato com o solo que garante melhor dignidade e duralidade – e o ECORUT que utiliza conceitos de nanotecnologia, além do uso de simulação digital computadorizada para o desenvolvimento de pneus. A empresa destacou também os planos de expansão para os próximos anos no Brasil. “Inauguramos uma fábrica na cidade de Fazenda Rio Grande, no Paraná, ela é 100% montada no país, começamos do zero. A ideia é apresentar os nossos produtos e diferencias que tem muita qualidade e preços competitivos”, ressalta Renato Baroli, gerente Sênior de Vendas e Marketing da Dunlop no Brasil. O objetivo do investimento é aumentar o número de lojas abertas no país para 150 unidades de passeio e 20 truck centers até 2015. Atualmente a marca conta com 40 lojas oficiais e cinco truck centers por toda Brasil.

Pirelli: Investimento de aproximadamente US$ 200 milhões no Brasil até 2015 e a nova gama de pneus radiais 01 Series são os principais destaques da Pirelli na feira. A ampliação do ciclo de utilização dos pneus é o diferencial dessa nova geração de produtos com maior vida útil, cuidado com o meio ambiente e redução do consumo de combustível. “Essa nova gama foi desenvolvida especialmente para a América do Sul e vai contar com o Fleet Solution, que oferece o suporte de um pacote de serviços e soluções tecnológicas para as frotas”, explica Flavio Bettiol Jr, diretor de marketing para os produtos agricultura e caminhão da Pirelli na América do Sul. De acordo com o executivo, os novos produtos serão produzidos na fábrica de Santo André, em São Paulo, e em Gravataí, no Rio Grande do Sul, com processo industrial desenvolvido especialmente para o segmento de transporte e com tecnologia exclusiva SATT (Spiral Advanced Technology for Truck).”A Pirelli veio para revolucionar o mercado com os novos produtos”, afirma Gianfranco Sgro, diretor geral de operações da Pirelli na América do Sul.

RodoLínea: A fabricante paranaense de implementos rodoviários comemora um ano de instalação da nova fábrica e apresenta metas para 2014. A empresa segue processo de consolidação e espera fechar 2013 com 800 unidades fabricadas. “A RodoLínea está apostando em pesquisa e desenvolvimento de novas linhas de produtos, além de reforçar a rede de representantes”, Felipe Hubner, diretor geral da empresa. Entre os lançamentos estão o Rodotrem Basculante de Alumínio e o Silo para Ração, também produzida com alumínio – produtos desenvolvidos com a parceria da RodoLínea com a empresa italiana Menci e o Graneleiro Veda Grão, um produto exclusivo que evita o desperdício durante o transporte – o segmento teve um incremento de 37% entre janeiro e setembro deste ano, em relação ao mesmo período de 2012. A meta para 2014 é faturar R$134 milhões, com 1.333 implementos rodoviários entregues no mercado brasileiro e para exportação.

Noma: A Noma e a Abal lançam carroceira aberta 100% em alumínio, o projeto inovador pode se transformar em um marco no setor de implementos rodoviários, ao oferecer o produto mais leve da categoria. O projeto Carga Seca de Alumínio, iniciativa e projeto são da Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) e a execução da Noma, apresenta ao mercado uma carroceria aberta totalmente produzida no leve metal e inédita no país. “Trata-se de carroceria mais leve da categoria, capaz de transportar 2.200 Kg/m² de carga útil. A carroceria é indicada para o transporte de cargas secas, fracionadas, paletizadas e até para vergalhões e madeiras”, explica o presidente Marcos Noma. Vale destacar que a novidade realça a sustentabilidade por se tratar de um produto reciclável e a sua leveza gera economia de combustível.

WABCO: A empresa, líder global em tecnologia e uma das principais fornecedoras da indústria de veículos comerciais, lança o Programa Semirreboque Inteligente, conjunto modular de 40 funções baseadas em inovações e tecnologia que garantem maior eficiência, segurança e facilidade de operação aos semirreboques. Uma das funções é o inédito Sistema Prevenção do Tombamento (RSS), que monitora simultaneamente a velocidade da roda, aceleração lateral e força lateral, identificando quando a roda esta na eminência de perder o contato com o solo.  O sistema faz com que o freio seja aplicado automaticamente, mesmo antes do motorista perceber a tendência ao tombamento, e desfaz o acionamento após o controle do semireboque. “O Sistema ajuda na prevenção em até 47% dos acidentes envolvendo caminhão/semirreboque no Brasil”, afirma Reynaldo Contreira, presidente da WABCO South America.

A FENATRAN vai até sexta-feira, 01 de novembro, no Anhembi-SP. Aberto das 13h às 21, o evento tem entrada gratuita para profissionais do setor pré credenciados pelo site www.fenatran.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *