F1 – Adrian Newey esteve perto da Ferrari por três vezes.

Adrian Newey esteve perto de se juntar à Ferrari em três ocasiões, mas acabou por continuar na Red Bull. Newey é considerado um dos melhores designers da Fórmula 1, tendo ganho com a Williams, McLaren e Red Bull Racing.

 

“Estivemos perto três vezes. Inicialmente, na minha carreira na Indy, onde a Ferrari decidiu construir um carro, ofereceram a oportunidade de me juntar como designer-chefe ao seu projeto, mas sentia que não estava certo, por isso, não aceitei. Depois, o Jean Todt me propôs que fosse diretor técnico, em 1996. Naquele momento, eu tinha ofertas para ficar na Williams, me juntar à McLaren ou ir para a Ferrari. Pensei muito sobre isso, mas eu tinha uma família jovem na altura e decidi que queria ficar no Reino Unido”, disse Newey à Sky Sports F1.

 

Anos mais tarde, a Ferrari fez uma terceira tentativa de contratar Newey, que reconhece que pensou seriamente no assunto devido aos conflitos entre a Renault e a Red Bull. No entanto, optou por permanecer com a Red Bull Racing.

 

“Ficou evidente que a Renault estava muito atrás da Mercedes, em particular e até certo ponto, da Ferrari – sem nenhum final óbvio à vista. A Renault não parecia estar disposta a colocar dinheiro para realmente resolver o problema, o que era um pouco deprimente e preocupante. Fiquei numa posição difícil, eu não queria sair da Red Bull porque me sentia em casa e eu estava fortemente envolvido desde o início com Christian Horner, diretor da equipe. Foi uma decisão muito difícil. A Ferrari apresentou uma oferta incrível, muito atraente, e isso me fez passar muitas noites sem dormir, para decidir o que fazer e para onde ir. No final, senti que era errado sair da Red Bull”, finalizou Newey.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *