Equipe Barrichello Hero é a campeã das 500 Milhas de Kart.

Rubens Barrichello vence as 500 Milhas pela décima vez e se torna o maior vencedor da prova na história de maneira isolada; ex-F1 comemorou muito com o filho Dudu, que também fez parte da equipe do kart 71

Em um final emocionante e bastante tenso, as 500 Milhas de Kart Granja Viana terminaram com a vitória do kart 71, da equipe Barrichello Hero. O time foi composto por Rubens Barrichello, Felipe Giaffone, Rafael Suzuki, Gary Carlton, Diego Nunes, Beto Cavaleiro, Kiko Porto, Arthur Leist, Rafael Martins, Dudu Barrichello e João Cunha.

“É uma situação ímpar e incrível vencer com o meu filho uma 500 Milhas. Eu amo demais ele e todos da nossa equipe estão de parabéns pelo grande trabalho que fizeram”, disse Barrichello, após a comemoração no pódio, realizado no final da noite deste sábado.

O final da corrida foi marcado por uma discussão entre as duas equipes que lideravam a prova: MDG Matrix e a Sambaíba Centerbus Racing. Na pista, Rodrigo Dantas e Tuka Rocha desceram dos karts e tiveram uma briga em pleno asfalto. Com isso, todos os karts de ambas as equipes foram eliminados. A vitória que estava nas mãos de Felipe Massa ficou mais fácil para a equipe Barrichello Hero, que era a terceira colocada.

“Foi um final estranho, uma coisa que eu realmente nunca tinha visto acontecer na pista, mas estou muito feliz pela vitória e por ter subido lá no pódio em primeiro com o meu pai”, disse Dudu, filho de Rubinho.

Organizador das 500 Milhas de Kart, Felipe Giaffone destacou o aumento do grid e as novidades como o Lounge como pontos positivos de 2017, mas obviamente lamentou o episódio da briga na pista.

“Vamos tomar as devidas providencias para banir os culpados por estas cenas lamentáveis. O espírito desta corrida é de confraternização e não é assim que queremos que o evento termine. Em todo caso, foi um ano de grande destaque para as 500 Milhas, com grande repercussão, a volta do Felipe Massa, o aumento do grid, a criação da categoria Thunder Light, enfim, com várias novidades importantes que tem tudo para elevar ainda mais o evento”, diz Giaffone.

Na Thunder Light, a vitória ficou com a CPKA, time que terminou em quinto lugar na classificação geral da prova.

Confira o top-10 da prova após as 700 voltas da corrida:

1- 71 Barrichello Hero

2- 033 Autotrac Jaguar Racing II + 2 voltas

3- 319 Car Racing America Net + 4 voltas

4- 002 Shell Racing + 5 voltas

5- 011 CPKA + 6 voltas (melhor equipe da Thunder Light)

6- 013 Spirit Sports + 7 voltas

7- 134 Medina Motorsport + 8 voltas

8- 022  TR3 Motorsport + 8 voltas

9- 001 Shell Fittipaldi + 9 voltas

10- 018 Ygor Racing + 9 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *