Avaliamos o Toyota Corolla XRS – Um sedã esportivo, arrojado e seguro.

Bom dia amigos e amantes de carros.

Essa semana avaliamos o Toyota Corolla XRS, no qual intitulamos como um sedã esportivo, arrojado e seguro; sempre seguindo os padrões Toyota de qualidade, conforto e segurança.

Este modelo da Toyota segue a versão anterior a versão XEI, acrescentando alguns itens estéticos e de acabamento criando um estilo mais agressivo e esportivo; tanto na parte externa quanto na parte interna.

Na parte frontal visualizamos uma nova grade com moldura mais larga, os faróis dianteiros com máscara negra, um spoiler fixado na parte inferior do para-choque e luzes de neblina; em sua entrada um ar de total esportividade. Ainda na parte externa do veículo esse modelo vem com rodas com acabamento em grafite deixando as linhas laterais de forma arrojada e inovadora; na parte traseira destaca-se um aerofólio com brake light e um spoiler seguindo as linhas de ar do para choque traseiro. O Logotipo do carro vem com letras em vermelho, harmonizando-se com as lanternas de LED.

Na parte interna os bancos e manopla de câmbio são revestidos com em couro preto perfurado com costura vermelha, tom de cor presente também na inscrição “Corolla” presente no jogo de tapetes. O volante, similar ao instalado nos Corolla vendidos nos EUA e Japão, é do tipo multi-funcional, pois conta com controle do sistema de som e do computador de bordo, além das borboletas de acionamento do câmbio automático com trocas sequenciais.

MOTOR

Se o estilo é esportivo, a mecânica permanece inalterada em relação aos irmãos mais mansos. O motor é o quatro cilindros 2.0L 16V Dual VVT-i Flex, com potência de 153 cv (álcool) @ 5.800 rpm e 142 cv @ 5.600 rpm (gasolina). O torque máximo é de 20,7 kgf.m a 4.800 rpm (álcool) e 19,8 kgf.m a 4.000 giros (gasolina).

Associado a esse motor temos uma antiquada caixa de transmissão automática de quatro velocidades Shifttronic, com Super ECT (Eletronic Control Transmission) que tem relação de marchas adequadas à motorização de dois litros Flex e opção de trocas sequenciais que podem ser feitas na alavanca de câmbio em posição ou por meio de borboletas localizadas atrás do volante.

A tecnologia Super ECT analisa as condições de uso do veículo (ladeira, subida, trânsito etc) e, em função disso, seleciona e mantém a marcha mais adequada para a condição encontrada. A atuação do Super ECT ainda evita mudanças desnecessárias de marcha, otimizando o desempenho e reduzindo o nível de emissão de poluentes e o consumo de combustível.

Desempenho (dados do fabricante)

Esse conjunto motriz permite ao Corolla XRS acelerar de zero a 100 km/h em 11,6 segundos com álcool e em 11,8 segundos com gasolina. A retomada de 60 km/h a 100 km/h é feita em 7,55 segundos com álcool e em 7,64 segundos com gasolina, sendo que tais números foram obtidos com ar-condicionado ligado e com duas pessoas a bordo.

Consumo (dados do fabricante)

Álcool

Ciclo urbano (cidade): 6,17 km/l
Ciclo rodoviário (estrada): 10,17 km/l

Gasolina

Ciclo urbano (cidade): 8,22 km/l
Ciclo rodoviário (estrada): 12,84 km/l

Em nossa avaliação contatamos os seguintes dados:

Álcool

Ciclo urbano (cidade): 7,5 km/l
Ciclo rodoviário (estrada): 12,3 km/l

Gasolina

Ciclo urbano (cidade): 9,8 km/l
Ciclo rodoviário (estrada): 15 km/l

Em nossa análise deu-se esta variação para com a montadora devido ao estilo de dirigir que impusemos neste veículo; constatamos que seu consumo é reduzido de forma abrupta quando se trabalhado na forma correta da utilização tanto do cambio automático quanto no sequencial borboleta; para que isso ocorra os consumidores do sedã tem que tomar cuidado de como agridem o acelerador no momento da retomada ou de sua saída.

Suspensão

O Corolla 2013 XRS conta com suspensão dianteira independente, do tipo McPherson, com barra estabilizadora, e suspensão traseira de eixo de torção é dotada de buchas de correção angular e barra estabilizadora.

Nesta avaliação entrevistamos 3 possíveis consumidores e andamos com os mesmos pelas ruas da Grande São Paulo e as impressões formas as seguintes:

Na avaliação do escrevente Gilberto Morelli o XRS é um carro gostoso de se dirigir, com um conforto para o motorista, onde o torque e a retomada foram preponderantes em sua análise; também salientou que por ser um sedã não deixa a desejar a nada em alguns esportivos do mercado e seria um carro ideal para uma família com dois filhos.

Na avaliação de Alessandra Alvim, o veículo é suave em sua tocada, com todas as suas funções á mão e de fácil acesso, e com um aspecto importante em sua dirigibilidade o sistema parking e a visão perfeita em todos os pontos do carro, o conforto do veículo é outro ponto de destaque em sua visão; mesmo ela sendo apaixonada por SUV ela deixou bem claro á reportagem que compraria este sedã.

Vejam as melhores imagens do Corolla XRS 2.0:

corollaxrs1 corollaxrs2 Malagrine corollaxrs4 corollaxrs5 DSC09327 DSC09328 DSC09329 DSC09330 DSC09334 DSC09335 DSC09336 DSC09337 DSC09339

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *